A reunião da Coordenação da REBRIP aconteceu dias 1º e 2º de Fevereiro, em São Paulo.

Nos dias 1 e 2 de Fevereiro a Coordenação da REBRIP se reuniu em São Paulo para debater o plano de ação e prioridades políticas para 2017. Areunião ocorreu depois dos encontros do GTs de Justiça Fiscal e Finanças, que aconteceram no mesmo local ao longo dia 31 de Janeiro.

 

            Além do planejamento para 2017, a reunião de Coordenação consolidou a transição da secretaria da Rede, que passou da CUT para a Internacional de Serviços Públicos (ISP), e deu início a um novo período da comunicação da REBRIP, aprovado por unanimidade na reunião. Outros temas abordados foram questões de organização interna da REBRIP, financiamento para projetos no próximo período, planos para expansão qualitativa da rede, planos para desenvolver formação em conjunto e informes do andamento do trabalho de cada Grupo de Trabalho (GT) – Finanças, Justiça Fiscal, Gênero, Transnacionais e Direitos Humanos e Propriedade Intelectual.

 

            Antes de iniciar o planejamento, a reunião começou com um debate intenso para compreender a tumultuada conjuntura global nos dias de hoje, para dessa forma, entender o papel da REBRIP nesse contexto e começarmos a nos posicionar diante da grande agenda de eventos internacionais que acontecerão ao longo de 2017. Nessa direção, a REBRIP ajudou a organizar o debate com Celso Amorim, “A globalização do mal-estar”, que aconteceu na Fundação Rosa Luxemburgo, dia 1º de Fevereiro.

 

 

Principais eventos de 2017 para monitoramento REBRIP:

  • Conferência Ministerial OMC (Buenos Aires, 11-14 de dezembro);
  • Possibilidade de acordos bilaterais Brasil-EUA;
  • Cúpulas do BRICS (Xiamen, China, Setembro);]
  • Avanço na elaboração do novo banco dos BRICS, o NDB. (Nova Déli, 31 março – 4 de Abril);
  • COP 23 (Bonn, Alemanha, 6-17 de novembro);
  • Reuniões União Europeia – Mercosul (Buenos Aires, março);
  • Cúpula do G20 (Hamburgo, 7 e 8 de julho);
  • IFIs (Instituições Financeiras Internacionais) – sessões de primavera (21 a 23 de abril em Washington) e outono (outubro, Indonésia).
  • Nas questões internas do Brasil, devemos acompanhar e ajudar principalmente nas lutas sobre o avanço das PPPs, congelamento dos gastos públicos (EC 95), reforma tributária, da previdência, trabalhista entre outras reformas em curso ou propostas.

 

Próximos eventos organizados pela REBRIP ou pelas organizações que compõem sua coordenação:

  • Seminário PPPs, IBASE e REBRIP: Rio de Janeiro, 22 a 24 de março;
  • Seminário China, Action Aid e REBRIP: Rio de Janeiro, 27 a 29 de março;
  • Encontro GT Gênero: Rio de Janeiro, 28 a 30 de março;
  • Reunião da Coordenação da REBRIP para discutir OMC: sem local definido, 4 e 5 abril;
  • Seminário ABIA sobre 10 anos quebra de Patente do medicamento Efavirenz no Brasil: Rio de Janeiro, 3 e 4 de maio (A confirmar;
  • Seminário Internacional REBRIP sobre OMC: Rio de Janeiro, 5 e 6 de maio (a confirmar);
  • Preparatórias da COP 23: Bonn (a confirmar datas, maio).

 

 

Para entrar em contato com a REBRIP, mande e-mail para [email protected] ou ligue para (11) 3257-7371. Também nos acompanhe pelo site, www.rebrip.org.br, que está a todo o vapor!